Ofício com solicitação de viaturas policiais para Baturité

Anúncios

Revista Sem Terra: “O Capital Ameaça o Futuro da Humanidade”, por István Mészáros

Entrevista com o filósofo húngaro István Mészáros para a revista Sem Terra (Ed. Janeiro de 2008).

Mészáros, faleceu na noite deste domingo (01/10). Nascido na Hungria, a obra de Mészáros é parte do pensamento socialista contemporâneo e foi traduzida em diversas línguas, sendo referência na formação político-filosófica de muitos militantes da esquerda em todo o globo.

Nessa entrevista, Mészáros fala sobre os dilemas da humanidade, a crise do capitalismo e o papel da educação.

Quem votou SIM, não merece voltar!

Câmara dos Deputados - Votação Denúncia de Temer

(Foto: Gilmar Félix)

O presidente Michel Temer conseguiu votos suficientes na Câmara dos Deputados na noite desta quarta-feira, 2, e barrou a denúncia pelo suposto crime de corrupção passiva.

Com base nas delações de executivos do grupo J&F, que controla a JBS, Temer foi denunciado em junho ao Supremo Tribunal Federal pela Procuradoria-Geral da República por corrupção passiva. O STF só poderá analisar a denúncia, porém, se a Câmara autorizar.

O voto “sim” significa a aprovação do relatório que arquiva a denúncia contra o presidente Michel Temer. O “não” expressa posicionamento contrário ao relatório e favorável à continuidade das investigações.

Confira como votou a bancada cearense. Não esqueça!

 

VOTARAM COM TEMER:

Aníbal Gomes (PMDB) – SIM

Danilo Forte (PSB) – SIM

Domingos Neto (PSD) – SIM

Genecias Noronha (SD) – SIM

Gorete Pereira (PR) – SIM

Macedo (PP) – SIM

Moses Rodrigues (PMDB) – SIM

Paulo Henrique Lustosa (PP) – SIM

Vaidon Oliveira (DEM) – SIM

 

VOTARAM COM O POVO:

André Figueiredo (PDT) – NÃO

Ariosto Holanda (PDT) – NÃO

Cabo Sabino (PR) – NÃO

Chico Lopes (PCdoB) – NÃO

José Airton Cirilo (PT) – NÃO

José Guimarães (PT) – NÃO

Leônidas Cristino (PDT) – NÃO

Luizianne Lins (PT) – NÃO

Odorico Monteiro (PSB) – NÃO

Ronaldo Martins (PRB) – NÃO

Vitor Valim (PMDB) – NÃO

 

AUSENTES:

Raimundo Gomes de Matos (PSDB)

Adail Carneiro (PP)

 

Fonte: Jornal O Povo

Golpistas livram Temer de ser investigado e afastado

Câmara dos Deputados - Livramento de Temer

(Foto: Gilmar Felix / Câmara dos Deputados)

A votação era pelo arquivamento ou prosseguimento da denúncia que investigaria Michel Temer no Supremo Tribunal Federal, diante dos escândalos de corrupção envolvendo seu nome. Votaram pelo triunfo da corrupção: 264 SIM. Votaram pela continuidade das investigações no STF e afastamento de Temer: 227 NÃO. Foram 2 abstenções e 19 ausências, num total de 493 deputados.

“Pelo resultado, vimos que provas concretas com áudios e vídeos não são motivos para condenação. Por muito menos, golpistas tiram uma presidenta legítima do Poder sob a justificativa de pedalada fiscal. Deplorável o que estão fazendo com o Brasil e seu povo”, lamentou o deputado Elmano Freitas.

Elmano Freitas: “Bancários não são descartáveis!”

Uma categoria de trabalhadores que, nos anos 1980/90, era das mais bem remuneradas no mercado de trabalho brasileiro agora parece mesmo um contingente qualquer de descartáveis. Pelo menos aos olhos dos bancos e dos banqueiros.

Em 1989, o sistema financeiro brasileiro ocupava cerca de 900.000 trabalhadores. Atualmente não chega à metade disso. A clientela e o lucro evidentemente permaneceram crescendo. É que a profunda reestruturação produtiva do setor exponenciou produtividade e o desemprego estrutural.

Os bancos parecem mesmo mandar no mundo e seu poder parece maior ainda em nosso país, verdadeiro paraíso da agiotagem oficial.

Nenhum setor da economia nacional passou por uma tanta “reestruturação produtiva”. Nenhum setor manteve incólume e ininterrupta a altíssima taxa de lucro por tanto tempo.

Mesmo com dois anos seguidos de recessão (2015 e 2016), o balanço dos bancos ostentou a continuidade da obtenção de lucro em meio ao caos da economia e da política. De forma monótona e repetida diferentemente de outros setores econômicos que amargam dificuldades.

Temos realmente um sistema financeiro dos mais sofisticados do mundo, em seu instrumental tecnológico. O mesmo não se pode afirmar sobre sua dinâmica de funcionamento com a sociedade e de sua dinâmica propriamente financeira. Aqui – sabemos todos – habitam as mais altas taxas de juros do planeta!

Então o que justifica, neste cenário, a oferta ampla (vide Bradesco, Caixa e BNB) de Planos de Demissão Voluntária, os “PDVs” de triste memória para os assalariados, justamente no setor que pode e deveria ofertar melhores serviços ao público e criar mais e melhores empregos para os brasileiros?

Os bancos não podem continuar a ser a ponte por onde só correm as águas do rentismo. Há que ter o mínimo de responsabilidade histórica para financiar bons projetos no interesse da retomada do desenvolvimento e da geração de postos de trabalho. Há que atuar reduzindo drasticamente a taxa de juros e a abusividade de cobrança de tarifas.

A tradicional campanha salarial dos bancários brasileiros que começa a se organizar e se concretiza mais fortemente em setembro precisa tratar dos frequentes assaltos aos bancos e, principalmente, do assalto dos bancos à toda sociedade. Terá nosso apoio e de toda a sociedade!

Elmano Freitas

 

Artigo publicado no jornal O Povo (24/07/2017):

http://www.opovo.com.br/jornal/opiniao/2017/07/elmano-freitas-bancarios-nao-sao-descartaveis.html

 

Anuário do Ceará 2017 traz Elmano como um dos parlamentares mais influentes do Estado

(Foto: Máximo Moura)

O deputado Elmano Freitas está na relação dos parlamentares mais influentes da Assembleia Legislativa do Ceará, conforme o Anuário do Ceará, edição 2017-2018, lançado na última quinta-feira, em Fortaleza. A publicação, organizada pelo Grupo de Comunicação O POVO e Fundação Demócrito Rocha, faz um “raio X” dos parlamentares mais influentes do Estado nas esferas federal, estadual e municipal.

A escolha é feita pelos próprios vereadores, deputados e senadores, em votação anônima – tendo cada um o direito a três votos. Elmano Freitas, se diz lisonjeado com a escolha, mas ressalta que é apenas o indicativo da ação acertada que seu Mandato vem realizando em defesa da população cearense.

Elmano vai ao governo buscar novos projetos para Iracema e Caucaia

 

Visita Deputado Elmano Projetos Iracema e Caucaia

Dep. Elmano Freitas, secretário Nelson Martins, prefeito José Juarez e secretário Ribamar Santos se reúnem para tratar de projetos para Iracema e Caucaia.

O deputado Elmano Freitas não tem medido esforços para atender às reivindicações dos municípios cearenses. Na manhã da segunda-feira (17), o parlamentar foi ao encontro do secretário da Casa Civil do Estado, Nelson Martins, acompanhado do prefeito de Iracema, José Juarez, e do secretário de Esporte e Juventude de Caucaia, Ribamar Santos.

A pauta do nosso encontro foi em torno do apoio do Governo do Estado aos programas e projetos que o mandato vem  desenvolvendo em parceria com os dois municípios. “Geralmente são projetos das áreas de saúde, abastecimento, juventude, que já estão na estrutura do governo e que a gente solicita para esses municípios parceiros. O secretário Nelson Martins tem sido muito atencioso com nossas reivindicações”, lembra o parlamentar.